login
A relação entre salários maiores e anos de estudo
Publicado 16 Outubro, 2015
A relação entre salários maiores e anos de estudo
Ricardo Rolim Ricardo Rolim
Educação Financeira
Comentários 0 Comentários

No post de hoje, a dica que o Minuto Dinheiro tenta passar para você que dá a honra de nos ler é: invista constantemente em educação. Deixe também essa mensagem para seus filhos: só com educação eles poderão alcançar seus objetivos.

Infelizmente, é muito comum ouvirmos o caso daquele empresário de sucesso que pouco estudou e hoje é milionário. Crianças, adolescentes e jovens ficam encantadas com a cantora que mal frequentou a escola e hoje tem uma linda casa de praia, ou sonham ser igual àquele jogador de futebol que faltava às aulas para jogar bola com os amigos e hoje desfila pela cidade com seu carro importado. É importante que você converse e mostre aos seus filhos que casos como esses são exceção. Nunca foram e nunca serão regra!

Para se ter uma ideia, pesquisas realizadas nos Estados Unidos revelam que enquanto a renda média anual de uma pessoa que terminou o equivalente ao ensino médio é de US$ 38.563,00, a renda média anual de quem terminou uma graduação na faculdade é de US$ 64.293,00, subindo para US$ 76.065,00 para quem fez mestrado e US$ 92.316,00 para os que fizeram doutorado.

Já no Brasil, as pesquisas revelam que a relação entre melhores salários e escolaridade são ainda maiores. De acordo com pesquisa da Fundação Getúlio Vargas (FGV), para cada ano de estudo há, em média, um aumento de 15% nos rendimentos do trabalhador brasileiro - clique aqui para ter acesso.

Imagine então uma situação em que se só com o ensino médio um trabalhador tenha um salário de R$ 1.000,00, outro trabalhador na mesma situação, tendo concluído um curso superior de 4 anos de duração, teria salário de aproximadamente R$ 1.750,00. 

Quer dizer que pelo fato de você concluir um curso superior, por exemplo, você automaticamente vai ganhar mais ou vai conseguir um emprego melhor? Não, não é bem assim. Mas com certeza, sua empregabilidade vai melhorar. Novas oportunidades surgirão, novas portas tendem a se abrir. 

Hoje é grande o leque de opções de graduação superior em nosso Estado. A Universidade Federal de Alagoas (UFAL) está presente fisicamente tanto na capital (Maceió) quanto no interior (Arapiraca e Delmiro Gouveia). Várias faculdades particulares abriram novas unidades na capital e no interio, além de ser grande a oferta de cursos de graduação na modalidade de ensino à distância, tanto nas insituições públicas (de graça!), quanto nas instuições particulares. 

Problemas todos têm. Mentalize que educação também é investimento - assim como poupar, como constituir reservas de emergência, como investir no Tesouro Direto ou na bolsa de valores. Todo esforço é válido, acredite! No mínimo, após concluir os estudos, com certeza você terá se tornado uma pessoa melhor.

Até a próxima.


O texto reflete a opinião do(s) autor(es). O Minuto Dinheiro não se responsabiliza por lucros ou prejuízos de qualquer natureza em decorrência do uso destas informações.

Ricardo Rolim, formado em Administração de Empresas, e um curioso em investimentos no mercado de ações e no Tesouro Direto, onde mantém aplicações.

 

 

PORQUE O SEU TEMPO É DINHEIRO!
Receba novas publicações no seu email. Diretamente para você a cada semana.
Dicionário Financeiro

Digite um termo para visualizar o seu significado.